junho 24, 2017

Catálogos de filmes para assistir com a família

logo do netflix

Catálogos de filmes

Atualmente é possível assinar catálogos como Netflix, Crackle (da Sony), Looke (brasileiro), Claro vídeo, Google Play filmes e iTunes (Apple).
Além disso, existem serviços agregados a assinaturas de tv como Vivo Play, Sky Online, Now (Net) e outros. Já aluguei um filme pelo Google Play e valeu a pena, porque fiquei com ele locado por 48 horas. 
Surgiu também recentemente a novidade de que teremos em breve a Snapcine. De acordo com a Tecmundo, vai ser a Netflix brasileira, com filmes e séries nacionais. A Snapcine servirá para locações virtuais, ou seja, o usuário pagará um valor para ter acesso a um filme ou série por um tempo.


A história das locações e downloads

Para os cinéfilos, há alguns anos não se tinha muitas opções num só lugar.
Alugavam-se DVD´s de vez em quando nas locadoras dos bairros. Outra opção era a assinatura de TV a cabo para assistir filmes ou acompanhar séries. Nesse tipo de serviço, as mensalidades normalmente eram caras e você tinha o horário certo para assistir. Mais uma opção era baixar filmes pela internet, assistir no computador ou mandar para um pen drive e isso era muito demorado. Alguns sites com filmes para baixar, foram tirados do ar porque agiam ilegalmente. E ainda era possível assistir em sites on line. Quando ainda não se tinha popularizado a tv com Smart, conectava-se o notebook na TV para assistir.


Para assistir com a família

Aqui em casa, passamos por todas essas maneiras citadas para assistir filmes. Hoje só ficamos com a Netflix e quando não tem no catálogo, baixamos da internet para um pen drive que é conectado na própria tv. Como ficou fácil, não? Reduzi a quase nada meu pacote de tv a cabo porque já não assistíamos nada. Na verdade, só tenho esse pacote para manter a banda larga por um preço melhor, mas nem temos ligado o aparelho. Colocamos antena digital nas tv´s para assistir aos telejornais nas emissoras abertas.

netflix

Quem tem o pacote Netflix como eu, sabe a comodidade que ele traz. Com diversidade de conteúdo de filmes e séries, ainda inclui produções próprias. Também é possível baixar filmes ou séries e assistir off line.

Tem também a economia que fazemos ao pagar um preço razoável, porque a tv a cabo é muito mais cara. E tem mais, além da economia, é possível assistir nas tv´s no PC, no notebook e nos celulares. E também o assinante assiste em qualquer lugar onde estiver no mundo. Minha filha utilizou muito quando fez um intercâmbio.

Por todas essas vantagens citadas é que tenho muito amor por esse pacote.
Aproveitamos bem o catálogo e assistimos a filmes e séries todos os dias.
Um amigo me disse que estão negociando para que os filmes que passam no cinema cheguem mais rápido à Netflix.

Me sinto feliz e agradecida por termos toda essa facilidade em nossas casas.


Obs.: Esse post não é um publieditorial. Simplesmente quis colocar minha opinião sem nenhum compromisso com qualquer dos catálogos citados.


52 semanas de gratidao

Este texto participa da Blogagem Coletiva Semanal #52semanasdegratidão de Elaine Gaspareto, cujo objetivo é valorizar e compartilhar nossas pequenas e grandes alegrias... nossas vivências e aprendizados. Participe você também!



Me acompanhe nas Redes:
                                                         
                                                         

junho 18, 2017

As coisas que vem do coração: Simplesmente Acontece

simplesmente acontece


Você já assistiu o filme Simplesmente Acontece? Eu já tinha assistido, mas ao encontrar um vídeo no Youtube com cenas do filme e uma música linda do Ed Sheeran, Photograph, quis ver novamente. Achei no Netflix e resolvi fazer a resenha desse filme fofo.

Sinopse:

Os jovens britânicos Rosie (Lily Collins) e Alex (Sam Claflin) são amigos inseparáveis desde a infância, experimentando juntos as dificuldades amorosas, familiares e escolares. Embora exista uma atração entre eles, os dois mantêm a amizade acima de tudo. Um dia, Alex decide aceitar um convite para estudar medicina em Harvard, nos Estados Unidos. A distância entre eles faz com que nasçam os primeiros segredos, enquanto cada um encontra outros namorados e namoradas. Mas o destino continua atraindo Rosie e Alex um ao outro.


“Você merece alguém que a ame a cada batida de seu coração, alguém que pense a seu respeito a cada instante, alguém que passe cada minuto do dia apenas se perguntando o que você está fazendo, onde está, com quem está e se está bem. Precisa de alguém que possa ajudá-la a alcançar seus sonhos e protegê-la de seus medos. Alguém que vá tratá-la com respeito, que ame cada lado seu, especialmente suas falhas. Você deveria estar com alguém que possa fazê-la feliz, realmente feliz, flutuando de felicidade.” - carta de Alex para Rosie


simplesmente acontece

Resenha:

Baseado na obra literária de Cecilia Ahern chamado “Onde Terminam os arco-íris”, Simplesmente Acontece (Love, Rosie no original), é um filme britânico-germano de 2014. É uma comédia romântica que conta a história de dois amigos íntimos, um casal que reside em Londres. Mas é óbvio que desde o início do filme, dá para ver que estão apaixonados. São carinhosos um com o outro e quase se beijam algumas vezes. Eles tem confiança um no outro e contam seus segredos e confidências. Ela é a única pessoa que entende os sonhos estranhos que ele tem. São tão amigos, que fazem planos de ir para a faculdade juntos, nos Estados Unidos. Mas antes que chegue esse dia, Rosie, em uma noite de loucura com um dos rapazes mais populares na escola, tem sua vida mudada radicalmente. As intenções de ambos mudam desde aquela noite, mas a amizade deles permanecerá para o resto das suas vidas para além dos limites do que se pensava. 

No site Adoro Cinema, o crítico Bruno Carmelo diz que O espectador sabe, e a roteirista Juliette Towhidi também, que seria evidente colocar estes dois juntos. No início, nada impede a união: eles estão disponíveis, os pais não se opõem ao namoro, nenhuma dificuldade externa atrapalha o romance. Mas como felicidade sem conflito não rende um filme, o roteiro faz questão de criar todos os obstáculos possíveis para afastá-los. Surgem então novos amores para ele e para ela, gravidez indesejada, traições, casamentos, brigas, divórcios, filhos, mudança para novos países. Tudo isso ocorre entre a infância e a idade adulta (durante mais de 30 anos)”.




Amei o filme e já assisti pela segunda vez. Ah, ele é tão romântico! 

E você, já assistiu? Recomendo!




Me acompanhe nas Redes:

                                                         

junho 16, 2017

Cruzeiro marítimo e a realização de um sonho

navio Costa Fascinosa

Quem acompanha meu blog, sabe que gosto muito de viajar e que desde muito cedo iniciei nessa aventura. Penso que cada viagem é um investimento que fazemos em nossas próprias lembranças e isso levamos para a vida, para nosso futuro, para nossa história. No futuro podemos contar para os amigos, para os filhos, para os netos. Encher a mente com lembranças de viagens é maravilhoso porque traz uma alegria imensa. Quando paro para pensar nos lugares que conheci, lugares que vivi aventuras, lugares que desfrutei na companhia de amigos, família ou mesmo sozinha, é como se viajasse novamente. Quando viajamos, saímos do lugar comum, da rotina, dos afazeres cotidianos e isso é um ótimo exercício, servindo até como terapia. 
Nos últimos anos, no entanto, eu e minha família fizemos poucas viagens a lazer. Viajamos bastante, mas muito mais para rever familiares que moram distantes de nossa cidade. 



No dia 13 de junho é comemorado o Dia do Turista e aceitei o desafio de escrever sobre o tema. Um de meus sonhos como turista era fazer um cruzeiro marítimo. Tenho uma amiga que gosta tanto, que faz a viagem normalmente duas vezes ao ano. Conheci também um casal que faz um cruzeiro anualmente. Várias pessoas que conheço já fizeram esse tipo de viagem e falavam muito bem. Como moro numa das cidades de onde partem os navios, durante a temporada de cruzeiros sempre acabava vendo fotos, sabendo dos detalhes. Para alguns, isso é algo comum, mas para mim, era um sonho a realizar, porque meu marido não queria fazer essa viagem.
Ele levou quase três anos para se empolgar com a ideia e fui nutrindo esse desejo, sonhando com o dia que iria realizá-lo. Isso aconteceu recentemente, mas a espera valeu a pena!

saindo do porto de Santos
Finalmente nos preparamos para viajar. Compramos nossas passagens via internet e escolhemos uma “cabine garantida” interna que poderia se tornar em externa com varanda através de um sorteio. Fomos sorteados e viajamos nesse tipo de cabine. 
Escolhemos um mini cruzeiro de 5 dias e 4 noites no navio Costa Fascinosa, cujo trajeto era Porto Belo/SP, Ilhabela/SP e Angra dos Reis/RJ. Para embarcar, primeiro foi necessário tomar um “chá de cadeira”, aguardando o embarque.
Mas valeu a pena toda a espera, porque na verdade embarcamos num hotel flutuante. Tínhamos tudo a bordo e todas as refeições estavam incluídas no pacote adquirido. Não adquirimos pacote de bebidas por considerarmos desnecessário. Água tinha à vontade o tempo todo e isso é o que costumamos beber.
Pedi informações às pessoas que já tinham feito esse tipo de viagem sobre detalhes e conselhos que pudessem me dar. Uma amiga me disse que nunca despacha mala, leva somente uma mala de mão. Fizemos dessa forma e foi muito mais rápido na hora do desembarque. Outra amiga aconselhou a não comprar nada nas lojinhas até a véspera do desembarque porque os preços caem. Outras me falaram da roupa branca.

O navio Costa Fascinosa é lindo e tem várias opções de lazer como várias piscinas e jacuzzis, teatro de três andares, casino, biblioteca, bares, restaurantes, academia, danceteria, centro comercial, etc. Os ambientes são refinados e ele é todo decorado com obras de arte originais de artistas famosos e emergentes, além de muitas outras reproduções. As noites geralmente são temáticas. Numa delas, tivemos a noite italiana e todos cantaram o “Funiculi Funiculá” tradicional. Numa outra noite teve a festa do branco no deck da piscina.  Teve também o jantar de gala, que foi muito legal de participar. Pelo que pesquisei antes, a noite do branco é comum em quase todos os navios. Portanto, se você vai fazer um cruzeiro, leve uma muda de roupas brancas.
Café da manhã, almoço e jantar eram servidos à la carte (cozinha internacional) ou em self-service. No almoço preferíamos ficar mais livres e íamos no self-service. Porém todas as noites jantamos no restaurante à la carte, no primeiro horário que era às 19h30. Às 22h, no restaurante  self-service, podíamos comer frutas à vontade.


Nossa cabine nos permitiu assistir o nascer do sol como um espetáculo, de forma privilegiada. O por do sol, acabamos não vendo em nenhum dia por estarmos em atividades no horário. Mas, mesmo quem fica em cabine interna, pode assistir a esses espetáculos, saindo para o deck externo. 
Uma das coisas que fizemos todos os dias a bordo, foi participar das aulas de spinning (bicicleta), jump e pilates. Isso foi muito legal, porque não ficamos no sedentarismo por cinco dias consecutivos, afinal, come-se muito bem a bordo.

Foram dias maravilhosos que pudemos desfrutar do navio e admirar lindas paisagens, registrando tudo em fotos e vídeos.

Ainda sonho em fazer outras viagens, mas me sinto muito feliz e grata por ter realizado esse sonho de fazer um cruzeiro marítimo.
Se quiser saber sobre esse tipo de viagem, comece por aqui em Como programar uma viagem de navio?, para ver as dicas.

E você, gosta de viajar? Já realizou a viagem dos seus sonhos? Conta nos comentários!





52 semanas de gratidao

Este texto participa também da Blogagem Coletiva Semanal #52semanasdegratidão de Elaine Gaspareto, cujo objetivo é valorizar e compartilhar nossas pequenas e grandes alegrias... nossas vivências e aprendizados.




Me acompanhe nas Redes: