. . . . Organizando os armários - roupas - Mania de Organizar e Viver Saudável

14/03/2017

Organizando os armários - roupas


Quando mudam as estações do ano, deixamos de usar algumas peças específicas. As roupas pesadas de inverno, por exemplo, só utilizamos nessa época. Guardar as roupas da estação que terminou e deixar as demais mais acessíveis, facilita a rotina e desobstrui o armário. Eu, até anos atrás agia assim, mas o clima nos últimos anos anda muito louco. Às vezes estamos em novembro e o edredom e/ou manta ainda estão do lado de fora. Mesmo assim, nem tudo precisa ficar exposto o ano inteiro. Outra coisa que pode acontecer é quando se usa uniforme para trabalhar (sem logotipos, é claro!), poder utilizar depois as mesmas roupas numa outra atividade. Guardar essas roupas pode evitar novos gastos. Mas, e o volume que fica quando guardamos essas roupas? É enorme, ocupando um espaço considerável nos armários.

Recentemente precisei esvaziar um pouco a parte do armário de roupas do meu marido. As tarefas atuais não exigem que ele trabalhe de camisa social como era exigido até outubro do ano passado. Ele tem muitas camisas e estão sem uso desde o final de outubro. Uma das coisas que me propus fazer seria separar algumas para doar e outras para guardar. Isso liberaria vários cabides e sobraria espaço no armário.
Quem já comprou café embalado  a vácuo, sabe que fica dentro de um saco durinho. O ar é tirado, vira um bloco e ocupa menos espaço. É possível fazer isso também com as roupas, mantas, edredons...




A um tempo atrás, conheci os sacos plásticos Vac Bag da *Ordene (comercializado em seis tamanhos). Você guarda as roupas até um limite determinado no saco e depois tira o ar.
Alguns desses sacos vem com uma bomba, mas sinceramente, elas são fracas e não vale a pena pagar mais por isso. Se você utilizar o aspirador de pó, além de pagar somente pelo saco, consegue realizar a tarefa em alguns segundos. Fiz um vídeo demonstrando como usar o Vac Bag (veja no final dessa postagem).

Dentro do saco da esquerda, guardei 15 camisas.

A válvula permite que o processo de fechamento seja prático e rápido, pois a tecnologia adotada pela Ordene não deixa que o ar escape. Comprei vários desses sacos para minha família, porque ajuda muito na economia de espaço nos armários.

Válvula


video

Penso que a tecnologia deve sempre ser usada a nosso favor. Uma vez ouvi de uma colega de trabalho, que até uma colher é considerada tecnologia, porque veio para facilitar a nossa vida.



5 comentários:

Kassia Gular disse...

Adorei a dica, eu pensei várias vezes em fazer também, mas na correria sempre esqueço, vou tentar fazer agora que vamos mudar de estação. Adorei, bjs

Luana Souza disse...

Tô precisando de uma válvula dessas! Acabei de fazer uma ~limpa~ no meu quarto e guarda-roupa. Sempre faço isso quando vejo que as estações estão mudando, mas, mesmo assim, ainda tem algumas gavetas lotadas haha, especialmente a de roupas de inverno (amo *-*).

Adorei as dicas do post!

Retipatia disse...

Gente, esses sacos parecem mesmo super práticos e fáceis de usar.
Meu guarda roupa fica com as prateleiras com casacos e roupas que uso menos separados, justamente por causa de espaço. Como você falou, o tempo louco que faz aqui no BR é difícil às vezes realmente conseguir separar todas as peças.
Achei uma boa para guardar roupas de cama e cobertas mais grossas, vou procurar para comprar! <3
xoxo

Gabriel Lopes disse...

Que dica incrível! Recentemente, li em um lugar sobre organizar as roupas de acordo com a estação, mas é sempre uma loucura. Uma hora está frio e do nada faz calor, ou o contrário. Porém, a sugestão que li foi guardar em caixas, mas agora estou surpreso demais com os sacos, pois eu não os conhecia e achei bem útil. Você guardou quinze camisas dentro de um saco? Uau! Eu preciso disso, sério. Talvez seja útil até para viajar, o que acha? Parabéns e obrigado pela dica, vai ajudar e muito.

Mayla Oliveira disse...

Sou apaixonada por organização. Já pensei em usar esses sacos, principalmente para cobertores e roupas pesadas. Colocarei em prática!